No ritmo da generosidade

Em assistência aos profissionais da dança em SP, a campanha SOS Dança mostra como o financiamento coletivo pode ser um aliado da cultura

Frente à crise provocada pelo novo Coronavírus e à falta de uma solução imediata para o problema, a política de isolamento social continua sendo a principal arma contra a disseminação da doença. Uma medida necessária e ratificada pela Organização Mundial da Saúde, mas que, infelizmente, vem provocando sérias consequências em diferentes segmentos sociais e econômicos. E um exemplo pouco comentado sobre esse cenário diz respeito aos profissionais da dança, como professores, bailarinos, coreógrafos, técnicos e produtores. Com o cancelamento de shows, peças e outros tipos de espetáculos, muitas pessoas da área estão passando pela quarentena sem nenhuma renda.

Foi pensando nisso que o Portal MUD (Museu da Dança), o movimento A Dança se Move e a Cooperativa Paulista de Dança se uniram ao redor do financiamento coletivo para ajudar os profissionais do setor afetados na cidade São Paulo. O plano que surgiu com a ideia de mapear os trabalhadores da dança na capital paulista ganhou força com o desejo de ajudar financeiramente os mais prejudicados pela pandemia. Assim nasceu o SOS Dança, uma campanha construída em tempo recorde (três dias) devido à urgência do problema, mas que soube usar as qualidades de cada realizador para atingir os seus principais objetivos.

O SOS Dança nasceu da iniciativa de três intituições relacionadas à categoria

Com o Portal MUD responsável pela construção da campanha e pela comunicação, o movimento A Dança se Move à frente do mapeamento de trabalhadores, e a Cooperativa Paulista de Dança organizando a distribuição do valor arrecadado, o projeto alcançou número expressivos em pouco tempo, já captando mais de R$ 51 mil com o apoio de 348 pessoas. Números que se tornam ainda mais relevantes pelo fato de não haver recompensas na campanha (tradicionais no crowdfunding), mostrando como a simples generosidade tem espaço dentro do financiamento coletivo. Uma ajuda que não espera mais que um agradecimento e que já auxiliará diretamente cerca de 115 trabalhadores da dança registrados (DRT).

Campanha do SOS Dança no Catarse

Além disso, o SOS Dança consegue, mesmo por acaso, ser uma campanha de crowdfunding que valoriza a coletividade por parte dos próprios realizadores, que não apenas fazem parte do universo da dança, mas representam setores diferentes deste meio. Pois enquanto o MUD é uma instituição privada e a Cooperativa Paulista de Dança, uma instituição sem fins lucrativos, A Dança se Move se destaca como um movimento da sociedade civil. Três esferas distintas que se uniram para realizar uma verdadeira política cultural em assistência ao setor, reconhecida pelo World Creativity Day em parceria com o Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS), para integrar o Mapa da Reação da ONU, que reúne iniciativas inovadoras em combate à Pandemia do novo coronavírus.

Para além, como amostra de um projeto bem-sucedido, a campanha que já teria se encerrado prorrogou o tempo de arrecadação, com o objetivo contínuo de mapear e ajudar mais trabalhadores da dança. Fora isso, também está perto de fazer escola, frente ao interesse de profissionais do sul do país em construir um projeto semelhante. Exemplo que ultrapassa fronteiras e celebra a força da coletividade em sua essência para vencer um período que nos obriga ao isolamento. Se quiser ajudar o SOS Dança, basta clicar aqui.

Já foram muitos profissionais do setor que cruzaram o seu caminho com um dos realizadores, incentivando a dança, a arte e a cultura em SP


É dessa forma, com iniciativas que também focam em ajudar um setor inteiro, que o financiamento coletivo apresenta mais uma história de força contra os efeitos da COVID-19. Uma luta que ainda não tem data para acabar, mas que mostra a cada dia um novo motivo para seguirmos em frente. Assim, caso você também queira ajudar algum grupo (profissional ou não) contra a pandemia, saiba que a Catarse Solidária continua. Clique aqui embaixo para montar a sua campanha e faça parte da luta do financiamento coletivo contra a pandemia, ajudando quem mais precisa no momento.

Talvez você se interesse...

Uma jornada bordada a várias mãos
Com coleção interrompida, feiras adiadas e estoque parado, Projeto Fio encontrou no financiamento coletivo novos caminhos para sua criatividade
Desenhando novas estratégias
Pouco mais de um mês após sua inauguração, a Castela Tattoo Shop se reinventou no financiamento coletivo para manter vivo o negócio
O caminho da Wish em meio à crise do mercado editorial
Apostando no digital, editora fideliza ainda mais o seu público enquanto tenta vencer as consequências da pandemia

Junte-se à conversa

⏰ Comece hoje mesmo.

+ recursos para você enfrentar a pandemia

Acreditamos que todos temos de nos ajudar e agir pelo bem coletivo. Por isso, colocamos na sua mão decidir qual a taxa do Catarse. Arrecade dinheiro para combater os efeitos e consequências da Covid-19. Estamos juntos!

Escolha sua taxa

Confiamos que as pessoas tomarão a melhor decisão e sabemos que estamos todos trabalhando pelo bem comum.

Lance sua campanha

No catarse você decide quando lançar sua campanha ao mundo. Some forças a todos que estão no combate à covid-19

Receba doações

Pessoas poderão doar com cartão de crédito ou pagamento de boletos. Receba doações de forma segura e transparente.

Crie sua campanha